Alongamentos

Qual a importância do alongamento nos treinos?

A primeira coisa é diferenciar alongamento e treino de flexibilidade. A flexibilidade é uma valência física assim como a composição corporal; a aptidão cardiorrespiratória; e força e resistência muscular. A flexibilidade é definida como a amplitude de um movimento na articulação ou de um grupo de articulações.

 

Então, o que é alongar afinal?

Alongamento é a forma de trabalho que visa à manutenção dos níveis de flexibilidade obtidos, dentre outros objetivos. Ele é uma técnica para ganhar flexibilidade. Maior flexibilidade é sinônimo de maior qualidade de vida. Pessoas mais flexíveis conseguem, por exemplo, subir uma cadeira, pegar um objeto em um armário alto com muito mais facilidade do que uma pessoa com menor flexibilidade.

 

Mas como treinar a flexibilidade?

  1. A recomendação é realizar treinos específicos de trabalho de flexibilidade em 1 ou 2 dois dias separados na semana.
  2. Estudos também mostraram que se o aluno realizar exercícios de musculação na máxima amplitude do movimento já estaria realizando os trabalhos de flexibilidade.

 

E em relação ao alongamento nos dias de musculação ou corrida?

  1. Diversos estudos mostraram que o alongamento ANTES dos exercícios (efeito agudo ou imediato) não previne lesão. Porém, os efeitos crônicos do alongamento (ao longo do tempo) previne lesão. Ou seja, uma maior flexibilidade previne o risco de lesão devido ao aluno poder fazer maiores amplitudes de movimentos articulares.
  2. Uma prática também comum é o alongamento imediatamente APÓS o exercício. O alongamento feito após o exercício não se justifica pela existência de microtraumas musculares. Alongar neste momento não traz nenhum benefício, podendo até mesmo provocar maior dano muscular.
  3. O recomendado é realizar apenas o aquecimento antes dos exercícios para grupo muscular, com movimentos com pesos leves e algumas repetições: de 10 a 20.

Consulte e tenha sempre o acompanhamento de um profissional de educação física.

Comments

comments

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *