Dr. Guilherme Renke é destaque na revista GQ Brasil

 

Na última edição da revista GQ Brasil, uma matéria especial sobre os destaques médicos brasileiros, incluiu o médico Guilherme Renke que contou um pouco mais de sua história e abordagem médica. A entrevista aconteceu em São Paulo com clima descontraído Dr. Renke contou um pouco mais de sua trajetória e detalhes da vida pessoal para a reporter Juliana Vaz.

“Aos 15 anos tive um problema de saúde endocrinológico relacionado com o ciclismo, tive inclusive que operar mais velho. Foi um susto, quase fiquei infértil. Mas também nesse momento me apaixonei pela endocrinologia, disse Guilherme.“

Durante a entrevista Guilherme também foi questionado a sua abordagem médica. Rapidamente ele respondeu: “devido as minhas diversas especializações atualmente trabalho como um clínico geral obviamente dentro do meu conhecimento, mas lembro sempre aos meus pacientes que saúde não é ausência de doenças“.

Na nossa clínica, a nutrindo ideais, abordamos todos os aspectos da saúde do paciente: a parte física, a mental e o desejo do paciente. Dessa forma, as consultas normalmente são seguidas de avaliações físicas com o profissional de educação física, o nutricionista e com a equipe de saúde mental. Por isso, numa primeira vez o paciente pode ficar até 3 a 4 horas dentro da clínica nessas consultas.

“Nosso grande objetivo é transformar a vida das pessoas, a medicina da atualidade requer que o paciente seja o protagonista de sua própria cura e não o médico, salientou Guilherme“

Dr. Renke ainda participou nessa mesma edição de um matéria sobre vegetarianismo no esporte. Segundo ele atletas de alto rendimento podem sim ser veganos, por exemplo. “É um mito que veganos possuem deficiências nutricionais, pessoas que comem carne muitas vezes tem deficiências muito mais profundas que um vegetariano, por isso a importância do acompanhamento do especialista“, afirmou o médico.