Adoçantes Artificiais

Adoçantes artificiais: aliados ou vilões?

O consumo de adoçantes artificiais no mundo tem crescido com uma velocidade incrível.. Sendo, entre eles, os mais conhecidos: Aspartame (200x mais doce que o açúcar), Sucralose (600x mais doce que o açúcar) e o Ciclamato (50x mais doce que açúcar)

A indústria de alimentos utiliza cada vez mais essas substâncias, principalmente, com o objetivo ou o slogan de ser “diet” ou “zero açúcar”. Produtos esses muito procurados por pessoas preocupadas com a alimentação, em dietas com restrição de açúcares e praticantes de exercícios físicos.

E é verdade! Quantos de nós aqui damos preferências a alimentos 0% açúcar com adoçantes?

Será que estamos fazendo um bem a nossa saúde ou estamos ingerindo substâncias perigosas que podem aumentar o risco de desenvolvermos doenças?

Primeiro precisamos entender melhor como o nosso organismo utiliza o açúcar (glicose): nossas células utilizam como fonte de energia a glicose que é quebrada, através dos mecanismos intracelulares de glicolise aeróbia e anaeróbia formando, assim, uma molécula chamada ATP (trifosfato de adenosina) que é usada como combustível em todos os processos biológicos das nossas células. Resumindo, sem açúcar (glicose) não há vida celular. Ele é o principal combustível das nossas células. Nosso cérebro e nossos músculos consumem uma grande quantidade de glicose, para isso temos alguns hormônios (em específico a Insulina e o Glucagon) que realizam o controle e equilíbrio perfeito da quantidade sanguínea e intracelular de glicose.

 

O que acontece quando ingerimos adoçantes artificiais?

Quando ingerimos adoçantes artificiais, diminuímos a ingesta de glicose e consumimos mais o estoque reserva de glicose muscular e hepática (glicogênio). Dessa forma, com “menos glicose“ favorecemos outras vias para a produção do ATP que são da proteinólise e lipólise oxidativas, ou seja, quebramos gordura e proteína para produção de energia. O resultado efetivo é a perda de peso já que consumimos mais “gordura“, o uso dos adoçantes, portanto, é muito recomendado para quem é sobrepeso ou obeso e quer perder calorias através da dieta.

No entanto, existem evidências contrárias a essa recomendação, ou seja, que o uso dos adoçantes possa aumentar o ganho de peso e a obesidade. A explicação é que temos no cérebro receptores que controlam o nosso desejo de comer açúcar e quando devemos parar, quando ingerimos alimentos com adoçantes artificiais esse mecanismo não acontece.. Nossos receptores cerebrais, que controlam o apetite, ávidos por glicose acabam por não receber nada. Assim comemos, comemos e comemos.. Apesar de não comermos açúcar acabamos ingerindo muito mais do que precisamos pois “enganamos“ o nosso cérebro com os adoçantes e o estímulo para ingerir glicose aumenta.. Baseando-se nessa teoria, ao invés de estarmos perdendo peso com o uso dos adoçantes artificiais estaríamos na verdade ganhando peso!

 

Diabéticos devem evitar adoçantes?

Outro grande problema que poderia ser causado pelo consumo de adoçantes artificiais é o surgimento da Diabetes. O estímulo para secreção de insulina (hormônio que controla os níveis de glicose no sangue) pelo pâncreas ocorre quando os níveis de glicose no sangue aumentam (a insulina “retira“ a glicose do sangue e realiza a sua entrada nas células). Quando não ingerimos glicose mas sim adoçantes artificiais os níveis de insulina poderiam ficar descontrolados e não sendo eficientes quando ingerirmos glicose. propiciando, assim, o surgimento da Diabetes.

Ainda mais triste é saber que os adoçantes artificias são fabricados a partir do milho e da soja que na maioria dos casos são trangênicos, alguns deles derivam até do petróleo!

Outro fato perturbador é que a indústria alimentar, devido a pressão governamental, principalmente nos EUA e na Europa, está retirando os adoçantes artificias conhecidos dos alimentos. No entanto, eles estão substituindo os já conhecidos por outros que estão “escondidos” nas formulações com nomes que não conseguimos identificar… Então não sabemos nem se o que estamos comprando no mercado para nossa família tem ou não adoçantes.. Parou para pensar nisso?
E agora, devemos parar de consumir adoçantes?

Isso será quase impossível, a não ser que sua alimentação seja 100% sem alimentos industrializados. Uma boa dica é sempre ler com atenção a tabela nutricional dos alimentos que compramos no mercado. Podemos optar por alimentos naturais e orgânicos ou alimentos 0% açúcar mas 0% adoçantes também.