Dieta Cetogênica

Você conhece a alimentação Keto ou Cetogênica?

Primeiro precisamos entender quais são os tipos de dieta Cetogênica:

  1. Cetogênica clássica -> consiste no consumo de 75% a 80% de alimentos ricos em gordura e o restante de proteínas e carboidratos. Usada desde 1921 pela conceituada Mayo Clinic para tratar epilepsia.
  2. Cetogênica Atkins -> diferente da clássica o consumo de alimentos ricos em gordura é de 65%, permite maior consumo de proteínas e até 20g carboidratos. Usada pela equipe do hospital Johns Hopkins.
  3. Cetogênica TCM -> consiste no consumo de menor quantidade de alimentos ricos em gordura, maiores proporções de proteína e carboidratos. Isso graças ao consumo de pelo menos 50 a 60% de óleos ricos em triglicérides de cadeia média como o óleo de coco extra virgem.

 

A dieta cetogênica pode ser usada para tratar a epilepsia?

Diversos estudos comprovam a eficácia para tratamento da epilepsia em crianças e adultos. É usada por centros na Europa e nos EUA. Mas deve sempre ser feita sob supervisão médica.

 

Pode ser usada no tratamento do câncer?

Em todo mundo centros médicos associam essa alimentação aos pacientes com câncer. Isso se deve ao fato da célula cancerígena utilizar apenas glicose (carboidrato) e glutamina (proteína) para sua sobrevivência.

 

A dieta cetogênica pode fazer mal e até causar cetoacidose?

A dieta cetogênica personalizada feita com indicação por um nutricionista não causa cetoacidose. O que ocorre é a cetose, ou seja, aumento da dos corpos cetônicos (acetona, ácido acetoacético e hidroxibutirato). Esse mecanismo é fisiológico e não traz risco ao paciente. No entanto, diabéticos devem evitar a alimentação cetogênica sem orientação médica.

 

A dieta cetogênica é a alimentação mais saudável?

Como a Paleo, a cetogênica não é uma alimentação sustentável devido aos altos custos. Além disso, ela favorece a degradação do meio ambiente e uso de cativeiros (ex: criações de salmão). Dessa forma, ela não deveria ser feita por qualquer pessoa. É comum, em alguns casos, ocorrer constipação intestinal, litíase renal, diminuição crescimento em crianças e elevação do ácido úrico. A alimentação cetogênica deve ser feita apenas com objetivos específicos e sempre com acompanhamento médico e do nutricionista. Tenha sempre equilíbrio nas suas escolhas!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.